sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Discreta (desde 1992)

          Retirou-se do dia, discreta. O sono esgotou-se ao meio-dia, quando abriu os olhos e lamentou ter perdido a aula de inglês. Logo ela, que queria tanto falar inglês – como uma inglesa. Mon dieu, je suis perdue, pensou em francês. A noite. À noite não quisera dormir. Pois, se dormisse, acordaria, e acordar pode ser muito complicado. Suportar o dia que começa, com uma aula que adora. O que é insuportável, se a aula é ótima? Mon dieu, mon dieu, pensa Beatriz, que não está empolgada com o namorado que dias antes a hipnotizava. 
            Droga! Pra que esse namorado que só me faz perder tempo? Eu quero logo um namorado-marido que. Eu quero ser feliz pra sempre, há crime nisso? Ah, agora quero que você olhe nos meus olhos e me responda: há crime nisso? Merda. I want to be a woman! I can speak English and I wanna be a woman.
            Ao trabalho, nunca faltava. Mesmo naqueles dias em que acordava meio morta, o trabalho era como uma salvação. Mesmo quando não conseguia fazer nada direito, porque a vontade era estar dormindo, dormindo. Mesmo assim, vender roupas ajudava a fazer o tempo passar. E, quem sabe, seu futuro marido a veria através da vitrine e.
            Já fiquei com mil e um caras, mon dieu.  Faça-se cara, valorize-se, não ceda ao primeiro impulso. Minha cara: nunca fique nua diante de seu marido. Minha avó disse isso, minha avó já morreu, ainda bem. Não que eu não sinta saudade dela, mas cada pessoa tem seu tempo. Cada pessoa tem seu tempo, e é hora de.
            A mulher experimentou sete calças e não levou nenhuma, não insisti. A menina ganhou três vestidos... Se eu fosse a rainha da Prússia, teria esta loja em vez de armário... É muito ruim, pensa bem: minha avó morreu, eu vou morrer e você também; enquanto isso, vendo belas roupas e estudo inglês.  

3 comentários:

  1. Gostei muito, Ana Letícia Leal. :)
    Confronta ideais/discursos femininos antigos e contemporâneos (no conteúdo e na linguagem adotada).

    ResponderExcluir

É mais fácil entrar como "Anônimo" e assinar abaixo do comentário. Obrigada!